Páginas

terça-feira, 13 de julho de 2010

A engrenagem


Um dia você abre os olhos, e não que antes eles estivessem fechados, isso não, mas eles não lhe mostraram com antecedência a sua enorme queda. Em certos casos é possível escolher a maneira como irá cair e isso determinará se suas dores serão maiores ou menores. E dependendo da maneira como lidar com suas feridas, elas poderão ser mais ou menos expostas. Bem, o chão às vezes é inevitável para qualquer um.

Seus olhos estão abertos e as feridas estão ali: verdadeiras e presentes. E como em um simples acender de uma lâmpada você percebe: “sou uma engrenagem”.

Há certos fatos e possibilidades que não se pode perceber que aconteceu no exato momento porque tudo isso é uma transformação, são simplesmente mudanças. E mudanças –desejadas ou não- não ocorrem do dia para noite. Talvez, somente em casos extremos. E somente aqueles mais perceptíveis e observadores percebem o processo.

Agora você é uma engrenagem e faz parte dessa grande máquina que nós inventamos. É claro que isto não é uma referencia ao mundo e nem a Vida, e sim ao sistema em que criamos e que nele nos encaixamos. Existem aqueles que ainda não conseguem enxergar isso, e aqueles que nem se incomodam. Os dois casos são trágicos, cada um da sua forma.

Tudo funciona sistematicamente onde exercemos funções dia após dia sem nenhum questionamento. Silenciosos. Contribuindo para que tudo saia da maneira “perfeita”.

Uma grande e forte máquina onde suas engrenagens se relacionam de maneira superficial o bastante. Onde tudo segue seu percurso natural e óbvio. Não há riscos. Não há mudanças. E será assim, até que as engrenagens se gastem e máquina destrua a tudo.



6 comentários:

Vocês Vão Ter Que Engolir disse...

Infelizmente tbm penso que seja assim.
É muito dificil ir contra toda essa força...
Adorei o post
abraço

Rebecca disse...

Bela comparação!
Revoltante e triste quando se expõe os fatos dessa maneira, mas realmente é como as coisas são.
As vezes o pior de tudo é não poder fazer nada ;/

Pedro Rennó disse...

Nossa!
É de sua autoria?
Amei!

Parabéns!

Mariana Khalil disse...

Grata pela visita, gente.
Que bom que gostaram do texto é mais uma forma de expressão.


Todos os textos aqui reproduzidos são de minha autoria. E em breve as ilustrações que estou preparando.

Que fique claro menos as imagens (fotografias).


Abraços.

luiz scalercio disse...

bellissimo a sua
autoria gostei muito.
sucesso pra vc ta.

J. disse...

Olá, adorei você ter me encontrado. Li alguns textos seus e pelo visto, temos uma visão muito parecida do que é o mundo. Gostei muito do que li.

Beijo, Ju.
http://www.fitasaovento.blogspot.com