Páginas

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

.
.
O relógio anunciou que logo ele chegaria. O início da tarde ameaçava esfriar, mas naquele exato momento não fazia nem frio e nem calor. O sol brilhava no céu azul claro em meio algumas poucas nuvens. Havia apenas uma brisa leve, o silêncio era permanente, ela ouvia somente sua respiração. Alguns minutos se passaram, até que finalmente ele chegou e veio caminhando em sua direção

- Oi...

Ela sorriu.

- Vim apenas para despedir-me...

Ela o abraçou.
.
.
.

2 comentários:

Thalita Martins, disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Júlia disse...

Noooossa! Passei exatamente por isso há uma semana atrás.
Ele veio se despedir, e eu só o abracei.
Dói tanto :/

Beijo =*