Páginas

sábado, 21 de maio de 2011

Seu fim,





Quando nasci fizeram-me crer que a eternidade era real.
A eternidade é tão real como o alçar d'um pássaro:
cada voo é único.
E tem seu fim.





8 comentários:

sonhonosonho disse...

simplesmente perfeito!!

Mariana Khalil disse...

Meu amigo, você sempre aqui me acompanhando. Grata!

Saudades de ouvir suas músicas.

Beijos!

Leonardo Rodrigues disse...

Mariana,

1) "Quando nasci, fizeram-me" - na opção de uso da ênclise causa a impressão de ordem, obrigação;
2) "vôo" - na Nova Ortografia, não recebe mais acento gráfico;
3) "A eternidade é tão real como o alçcar d'um pássaro: cada voo é único e tem seu fim". Penso que os dois-pontos são necessários, uma vez que a oração seguinte explica a primeira. Outra coisa: normalmente, a vírgula antes da conjunção aditiva "e" torna-a adversativa.
É bom repensar essas questões gramaticais...

Anônimo disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

leonardo disse...

cada um terá o fim que merece.

Anônimo disse...

A vida de cada respiração...

petrus

Mariana Khalil disse...

Grata pelos comentários.

Thalita Martins, tem alguém querendo roubar seu lugar, kkkk. Brincadeira.

Leo, grata pelas correções, suas visitas são sempre muito bem vindas.



Beijos para todos.

Thalita Martins, disse...

Você bem disse: meu lugar é meu.

E eu não corrijo apenas tuas questões gramaticais, corrijo tuas ideias.


Sem mais.