Páginas

terça-feira, 9 de agosto de 2011

#ML05: Casulos,



Não existe rotina na vida real. Bom, eu digo, porque não existe mesmo. E eu não sei quanto à vocês, mas eu tenho a leve impressão de que nós nem sempre vivemos esse lado mais palpável da vida. E eu vou dizer o porquê.

A maioria das pessoas vivem em "casulos sociais", habitats tranquilos, em que pouca coisa foge ao padrão pré-estabelecido, e quando foge...é sempre dentro de um plano, sabe. Seja lá quão lunático ele for. A modernidade e a relativa estabilidade na qual o mundo se encontra nos fez esquecer que a Terra, assim como todo o Universo são só outras inconstantes dentro do Caos. Me perdoem os mais fervorosos, mas não há escapatória da máxima de que "tudo tende ao Caos".  E tende mesmo.

Nossas vidas são como um tiroteio de cegos, você nunca sabe em quem vai dar um encontrão qualquer hora, quem vai acabar salvando sua vida sem saber, ou em quem vai atirar: até que você atire, até que você salve, até que você encontre.

E pros amigos maquiavélicos de plantão, más notícias. Eu também achava que eu podia mexer as cordinhas e coordenar todo o espetáculo, mas não dá. Você também se torna o espetáculo. O palhaço devora o circo, enquanto você pensa que ele estava rindo pra você.

A rotina é algo anti-natural, cientificamente falando mesmo. Ainda assim, todos nós somos propensos a sermos engolidos pelo seu apetite voraz. Porque ela é mansa, e cria uma falsa sensação de que hoje está tudo bem, seguindo a mesma fórmula, amanhã estará tudo bem e assim indefinidamente. Mas as coisas vão desembestar, porque é isso que as coisas fazem.

E eu acho que é por isso que todo mundo tem tantos problemas nesse século, sabe. Vivemos todos em micro e macro casulos, e quando vez por outra batemos de cara com a realidade, não sabemos o que fazer. E a coisa só piora nos grandes centros urbanos e/ou nas classes sociais mais favorecidas.

É, muito provavelmente você, classe média, atoa na internet, esteja inserido nesse contexto, mesmo que não assuma. Não se preocupe, eu também estou. Somos todos prisioneiros aqui, de uma forma ou de outra.


Por Igor  Carvalho
twitter: @igovinil



Um comentário:

Anne Leandro disse...

Mto bom o texto, e acaba nos dando uma sacudida. Na verdade qdo a realidade vem bater de frente com nossos casulos nos assustamos tanto que nossa primeira reação é refaze-los. POr isso não lidamos com mudanças, por isso não arriscamos, por isso sempre temos um pé atrás.